Almada Mexe Comigo (28-06-2015)

Não foi só comigo. Mexeu comigo, com eles, com toda a gente que ali se juntou para dar umas pedaladas em ritmo bem descontraído. Foi a segunda vez que alinhei num passeio dos Saltapocinhas - na última vez ainda em pleno inverno, lembro-me bem de ter as mãos geladíssimas durante um passeio nocturno de despedida do Johnny "Quik" o homem da RedBull, que ia partir em trabalho para o estrangeiro. 

Desta vez já com calor do Verão a não dar tréguas sentiu-se o oposto, com uma brasa bem forte a assar-nos o lombo e nós com a praia ali mesmo a dar de caras com a praia. Apetecia mesmo pedalar com toda a força pelo mar adentro!

Com dois percursos distintos para facilitar a malta com andamento mais ligeiro, este passeio fez-se sempre na pura descontração à excepção de uma ou duas subidas mais exaustivas em que a malta teve de atacar com mais vontade. Passei por algumas zonas completamente a estrear como diz o Zé Alex e outras que já conhecia mas onde tinha passado apenas duas ou três vezes. O auge do passeio para mim foi a passagem pela mítica falésia ali mesmo à beira do precipício que deu para causar uns calafrios mas ainda assim a mania de me aproximar do perigo para fazer disparar a adrenalina falou mais alto.

Houve alguns azares para uns riders que deram uns tombos mais aparatosos e um deles optou mesmo por ir aos Bombeiros ver se tinha a esquadria dos ossos bem alinhada. 

Os abastecimentos foram bastante surpreendentes para um passeio gratuito, com muita fruta e águas para todos reporem energias até ao final. Ainda houve tempo para uns passos de Zumba que as girls tanto adoram e não demoraram a chegar-se ao palco para abanar as ancas. 

Estes eventos ligeiros também fazem parte da rotina de um rider porque de vez em quando sabe muito bem passear só para ver as vistas e conhecer malta nova e bem disposta. Sempre que puder voltar aos eventos deste grupo marcarei presença sem dúvida alguma.

Vídeo Partilhado por:
Ver Perfil
Portugal BTT
O que acha deste Vídeo:

Comentários: